quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Legalidade da FEXERJ

Um leitor escreveu a seguinte mensagem, nos comentários à mensagem de inauguração do blog:

"Pablyto, boa tarde!sou antigo no xadrez do RJ. Por isso, gosta de estar sempre esclarecido sobre o que ocorre. Assim, por favor, esclare-nos especialmente sobre "legalidade da FEXERJ" . Por enquanto é só. Migueis.
5 de Fevereiro de 2009 07:36 "

Bom, gostaria de esclarecer que o assunto aqui é arbitragem. Não tenho a menor intenção de entrar em contendas com a FEXERJ, nem com seus dirigentes, através deste Blog, até porque o mesmo não se destina a isto. Como noticiado no site da própria entidade, a mesma se encontra em situação de litígio contra a CBX, por conta da realização da AGO que me elegeu, o que retiraria toda e qualquer aparência de imparcialidade em qualquer comentário que eu proferisse sobre o tema. Todas as minhas constatações serão colocadas na peça de contestação da CBX, na ação judicial que lhe é movida pela FEXERJ.

Aconselho, a quem realmente tem interesse no assunto, a solicitar uma certidão de inteiro teor da entidade junto ao cartório de registro civil das pessoas jurídicas do Estado do Rio de Janeiro. Eles tem mais embasamento técnico e imparcialidade para dar qualquer parecer sobre o assunto, sem que ninguém suscite que há interesses próprios no posicionamento deles.

Gostaria que assuntos relativos a quaisquer outras federações ou clubes fossem direcionados para blogs ou comunidades do orkut que se destinam a tais temas. Aqui não vou me confrontar com nenhuma entidade. Já não o queria fazer nem fora do blog, mas não posso proibir ninguém de processar a CBX e me dar esse trabalho a mais no exercício do cargo.

Abraços!

3 comentários:

  1. vou conta ruma situação estranha que ocorreu no I Campeonato Magistral Memorial Felix Alexander Sonnenfeld, a noite apos as rodadas sempre tinha ping, numa partida , um dos jogadores começou com a dama no lugar do rei e rocou com a Dama e mais alguns lances o adversario capturou o rei pensando que era a dama, muitos lances depois um expectador que não aguentava mais de rir perguntou o que o rei estava fazendo do lado de fora, discusões e o MI Eduardo Limp chegou, falou que era arbitro e anulou a partida o que foi aceito pelos jogadores.
    Num caso louco desses qual seria a decisão correta do arbitro?
    A) Anular a partida como o Limp fez.
    B) Dar a derrota para o jogador que rocou com a dama.
    C) Dar a derrota par ao jogador que capturou o Rei.
    D) Outra solução, Qual?
    Gostaria de saber a opinião de vcs.

    AN EDuardo Arruda

    ResponderExcluir
  2. Arruda, realmente essa situação é louca... hahahahahahaha... Mas, vamos lá: A partir de julho as regras mudam bastante no blitz. Passam a ser aplicadas as regras de competição normal, se houver supervisão de árbitro adequada. Caso não haja, volta-se ao sistema anterior: regras do rápido, quando não conflitarem com as de relâmpago.

    Pois bem, no primeiro caso (árbitro supervisionando), poderá haver intervenção desde o primeiro momento. Vai ser uma zona, mas vai ficar com mais cara de xadrez do que iniciar partidas com posições trocadas, etc.

    Na segunda hipótese (a mais comum, óbvio), onde não se terá a supervisão adequada de um árbitro, volta-se ao sistema que conhecemos: sanatório! Aí temos que ver as regras novas:

    "A.4 (Rápido)
    a. Uma vez que cada jogador tenha efetuado três lances, nenhuma reclamação pode ser feita relativamente à colocação incorreta das peças, posicionamento do tabuleiro ou acerto do relógio. Não é permitido rocar no caso de troca de posição de rei e dama"

    Assim, correto continuar com a posição Dama e Rei trocados no tabuleiro. Vamos ao roque de Dama e Torre:

    "B.3 (Blitz)
    b. Não se aplica o disposto no artigo A4c."

    "A.4 (Rápido)
    c. Um lance ilegal está completo assim que o relógio do oponente for posto em movimento. O oponente tem então o direito de reclamar que o jogador completou um lance ilegal, desde que não tenha feito seu lance. Apenas após tal reclamação é que o árbitro deverá intervir. Entretanto se ambos os reis estão em xeque ou a promoção de um peão não foi completada, o árbitro deverá intervir, se possível."

    "B.3 (Blitz)
    c. Um lance ilegal está completo assim que o relógio do oponente for posto em movimento. Antes de fazer o seu próprio lance, o oponente tem o direito de reclamar a vitória. Entretanto, o jogador tem o direito de reivindicar empate antes de fazer seu próprio lance, se o oponente não pode lhe dar xeque-mate por qualquer série de lances legais possíveis. Após o oponente completar o seu lance, um lance ilegal não pode ser corrigido, a menos que haja comum acordo sem intervenção de um árbitro."

    A regra do A.4 c se refere ao Rápido. Lá o árbitro só intervém nos casos de ambos os reis em xeque ou promoção não completada. O resto vale tudo! No Blitz vale até mesmo os dois reis em xeque ao mesmo tempo e a promoção não completada (nos casos em que não houver reclamação tempestiva do jogador, claro). Logo, o inédito roque está valendo!!! Vamos então ao Rei capturado:

    A REGRA NOVA É ABSURDAMENTE OMISSA!!! A regra anterior era explícita ao afirmar que o jogador que capturava o rei perdia a partida. A nova excluiu a regra, tornando a captura de rei um lance ilegal normal apenas. Pela regra ainda em vigor, venceria o jogador que teve o rei capturado, mas como essa resposta era trivial demais, resolvi analisar a sutileza do caso com a regra nova.

    Em tese (absurda, tenho que admitir), teríamos a incidência do A.3c. Curioso, o jogador que teria o direito de reclamar a vitória, nessa situação, se não o faz, não sofre qualquer prejuízo, porque ficará sem Rei no tabuleiro e não levará mate nunca. E não vejo a anulação como uma resposta legalmente embasada. Por outro lado, a resposta que pode ser fundamentada faz doer as entranhas, de tão horrível que é! Então, vamos por eliminação:

    a) NÃO!
    b) NÃO!
    c) NÃO!
    d) SIM, mas me recuso a dizer que a partida deve continuar, mesmo sendo isto que a regra nos faz entender!!! hahahahahhahahahaha...

    ResponderExcluir
  3. Ola

    Olá! O meu nome é Carlos, sou de Portugal e adorei o seu blog, foi o 1º que encontrei na nossa lingua sobre arbitragem e xadrez, adicionei sua página aos meus favoritos, se gostar da minha pode fazer o mesmo. Quando tiver dúvidas vou voltar aqui e te perguntar!

    ResponderExcluir